Como Nasce um Artista é um documentário que nos leva a reflexão sobre um tema em que todo mundo já pensou mas sobre o qual nem todo mundo perguntou, o do universo das artes plásticas. ‘Por que fulano é um artista plástico renomado e sicrano que faz uns quadros lindos não é?’ Parece uma espécie de tabu, como se todos tivessem que saber a resposta. Mas não é assim, a arte contemporânea requer do observador uma bagagem ou um repertório que nem todos tem. Leia +



O que é o Humanar? O Humanar é um escritório de arte dedicado a projetos especiais, com ênfase em arte social e arte relacional. O que é Humanar? Humanar é humanizar, é arriscar é errar. Humanar é vivenciar uma experiência capaz de expandir o universo íntimo do participante. Humanar é introduzir ar em humanos. (Human.ar). O que é arte relacional? Arte relacional é uma experiência social construída por um artista. A arte relacional cria um momento social, uma experiência, um evento onde o que acontece entre as pessoas sensibiliza o potencial criativo, tornando-as co-autoras da experiência. Leia +





Através

João Correia foi convidado pelo ATRAVES para colaborar como curador do Movimento FUTURO da ONDA#12 – HOJE, uma colaboração que gerou três videos, uma entrevista inicial, a gravação da leitura de um trecho do livro Trópico de Câncer do Henry Miller, e uma entrevista final. O ATRAVES é um coletivo orgânico de diversos nichos artísticos e profissões variadas. O ATRAVES ao longo de sua existência desenvolveu projetos com centenas de talentos nas mais diversas disciplinas artísticas – instalações, projeções mapeadas, arte de rua, pintura, escultura, teatro, dança, exposições, filmes e muito mais. Leia +









Arts Facilitation London
Arts Facilitation London, originalmente I Know What I Like, é um projeto sediado em Londres empenhado na produção de debates, bate papos, visitas e exposições de artistas emergentes Ingleses. É uma comunidade vibrante que consiste em cerca de 1000 membros. O modelo é baseado na importância de encontrar arte em seu contexto, seja ele galeria, espaço público ou atelier. O grupo foca em arte contemporânea e arte urbana e visitas a espaços liderados por artistas. Leia +



Pixo

Desde 2013, João Correia pesquisa o movimento da pixação, sob a orientação do pixador, artista e ativista Cripta Djan. A pixação é uma manifestação estética de parte da população jovem das periferias brasileiras. Trata-se da grafia estilizada de palavras, nos espaços públicos da cidade, que se referem, quase sempre, à denominação de um grupo de jovens ou ao apelido de um pixador individual. Leia +







Desenvolvido por Fábio Lopes